Dólar opera em leve queda nesta segunda-feira

Às 12h30, o dólar caía  - 0,054 %, a 4,0529 reais na venda

São Paulo —  O dólar tinha pouca movimentação contra o real nesta segunda-feira, rondando os 4,05 reais, com os investidores digerindo a intensificação das tensões entre Estados Unidos e Irã no Oriente Médio, em dia de fraqueza do índice do dólar contra as principais moedas.

Às 12h30, o dólar caía  – 0,054 %, a 4,0529 reais na venda.

Na sessão anterior, com a notícia da morte do general iraniano Qassem Soleimani em um ataque norte-americano ao aeroporto de Bagdá na sexta-feira, o dólar à vista fechou em alta acentuada de 0,74%, a 4,0555 reais na venda.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manteve no domingo uma ameaça de atacar locais culturais iranianos, alertando para uma “grande retaliação” se o Irã revidar pela morte de Soleimani.

Ainda no domingo, o Irã se distanciou ainda mais do acordo nuclear de 2015 com potências mundiais, dizendo que não respeitará limites a seu trabalho de enriquecimento de urânio.

“Hoje ainda há um pouco de cautela. O mercado quer ver se essa nova tensão política no Oriente Médio vai durar ou não”, disse Cleber Machado, operador da Commcor.

“No entanto, já era esperado que o Irã fosse tomar medidas e não ia baixar a cabeça para os EUA. Por isso não estamos vendo uma deterioração tão ampla do real como houve na sexta-feira.”

No exterior, o dólar perdia força contra uma cesta de moedas fortes, principalmente pela migração dos investidores para divisas seguras — como o iene japonês e o franco suíço — devido à aversão por risco global após os ataques dos EUA.

Contra o peso mexicano e o rand sul-africano, moedas emergentes pares do real, a moeda norte-americana registrava perdas.