Dólar opera em queda pelo segundo dia, a R$1,84

São Paulo – O dólar operava em baixa frente ao real nesta sexta-feira, ampliando a depreciação da véspera e acompanhando a cautelosa melhora na percepção de risco dos mercados internacionais.

Às 11h06 (horário de Brasília), a divisa dos Estados Unidos era negociada a 1,8457 real para venda, em queda de 0,81 por cento , tendo chegado a 1,8410 na mínima da sessão, baixa de 1,06 por cento.

A cotação recuou 0,70 por cento na quinta-feira, após três dias de alta. Moedas de maior risco como o euro e o dólar australiano seguiam o real na valorização contra o dólar dos EUA, que perdia 0,37 por cento em relação a uma cesta com as principais divisas.

Os futuros do índice S&P 500, enquanto isso, apontavam uma abertura em alta para o pregão em Nova York, e o índice europeu de ações subia 0,16 por cento.

Dados econômicos positivos sobre o emprego e a indústria dos EUA divulgados na véspera davam fôlego ao mercado, permitindo que o dólar corrigisse a escalada recente.

O leilão conjugado de venda de moeda estrangeira realizado pelo Banco Central (BC) na quinta-feira era outro fator que impunha pressão de baixa ao dólar, pois demonstrou a disposição da autoridade monetária em atuar para garantir condições normais de liquidez, apesar de nenhuma proposta ter sido aceita.