Dólar fecha em alta após anúncio de decisão do Fed

Anúncio provocou forte oscilação do dólar tanto no mercado doméstico quanto no internacional, à medida que agentes do mercado avaliavam detalhes do comunicado

São Paulo – Após registrar forte volatilidade durante a tarde com a decisão de política monetária do Federal Reserve, o dólar fechou a sessão desta quarta-feira, 17, em alta ante o real, em linha com os ganhos registrados ante outras divisas no exterior.

A moeda americana operou em alta ante o real desde a abertura, seguindo de perto o sinal positivo apresentado no exterior, em meio à expectativa com o comunicado do Federal Reserve sobre a decisão de política monetária.

O Fed disse, no fim de sua reunião de dois dias, que iria acabar com o programa de compra de títulos, que permite relaxamento monetário, em outubro, mas manteve a sua orientação de que as taxas de juro de curto prazo permanecerão perto de zero por um “tempo considerável” depois que o programa terminar.

Segundo o plano, o Fed vai comprar US$ 15 bilhões em títulos hipotecários e do Tesouro em outubro e, em seguida, encerrar as compras.

O Fed manteve também a taxa dos Fed Funds inalterada na faixa de 0,0% a 0,25%. De acordo com projeções oficiais divulgadas hoje, a maioria dos membros do Fed continua a esperar a primeira elevação de juros no ano que vem.

O anúncio provocou forte oscilação do dólar tanto no mercado doméstico quanto no internacional, à medida que os agentes do mercado avaliavam os detalhes do comunicado.

A moeda bateu máximas seguidas, atingindo a cotação de R$ 2,36 no mercado futuro, reduziu os ganhos logo depois, mas voltou a subir na reta final da sessão, impulsionada ainda pelas especulações no mercado.

No fechamento, o dólar à vista ficou cotado a R$ 2,2550 (+1,12%), no balcão. O volume de negócios totalizava US$ 1,098 bilhão. No mercado futuro, o dólar para outubro subia 1,02%, a R$ 2,3700.