Dólar dispara com exterior e desconfiança no cenário interno

Após abrir com aumento de 1,13%, a R$ 2,8630, o dólar à vista no balcão era negociado, às 9h34, na máxima de R$ 2,871

São Paulo – O clima é aversão ao risco principalmente pelas questões domésticas, em meio ainda à expectativa em relação à reunião de ministros de Finanças da zona do euro que vai decidir sobre a dívida da Grécia nesta quinta-feira, embala a alta do dólar ante o real.

Após abrir com aumento de 1,13%, a R$ 2,8630, o dólar à vista no balcão era negociado, às 9h34, na máxima de R$ 2,871 (+1,41%). No mercado futuro, o dólar para março subia 1,30%, a R$ 2,883.

Os investidores seguem reforçando as compras de dólares, em linha com a tendência verificada no exterior e em razão da deterioração das expectativas sobre a economia nacional, principalmente a situação fiscal do País diante da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que torna obrigatório o pagamento das emendas parlamentares (“Orçamento Impositivo”) ontem na Câmara.

Com isso, o Planalto não pode congelar o desembolso de emendas para pressionar o Congresso a votar de acordo com seus interesses. Não cabe veto presidencial e a matéria segue agora para promulgação.

A medida traz mais desconfiança em relação à capacidade de o governo cumprir a meta de superávit primário de 1,2% do PIB este ano.

No exterior, a cautela antes da reunião de ministros de Finanças da zona do euro sobre a Grécia traz volatilidade aos mercados, com ligeiro viés de baixa nas bolsas e de leve alta para o dólar, já que o encontro que pode discutir possíveis mudanças nos termos da ajuda financeira a Atenas.

Ontem, o novo governo grego recebeu um voto de confiança do Parlamento e o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, reforçou o tom duro no discurso sobre as negociações com Bruxelas.

Mais cedo, a Bolsa de Atenas recuava 3%, ao mesmo tempo que os juros dos bônus gregos avançavam, timidamente. Às 9h24, a Bolsa de Frankfurt caía 0,35% e o euro valia US$ 1,129, de US$ 1,1318 no fim da tarde de ontem em Nova York.