Dólar cai frente ao real com alta do petróleo

Nesta manhã, o Banco Central fará mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em março

São Paulo –  O dólar recuava abaixo de 4,05 reais nesta quarta-feira, acompanhando o movimento em outros mercados emergentes diante da alta dos preços do petróleo e após o expressivo avanço da véspera.

Às 10:38, o dólar recuava 0,81 por cento, a 4,0375 reais na venda, após subir quase 2 por cento na véspera. O dólar futuro recuava cerca de 0,9 por cento.

“O mercado está usando o cenário externo positivo, com a alta do petróleo, para se ajustar um pouco”, explicou o operador Marcos Trabbold, da corretora B&T.

Após recuar fortemente na véspera, os preços do petróleo voltavam a subir nesta sessão conforme a Rússia e a Arábia Saudita se voltavam para o Irã em busca de chegar a um acordo para congelar a produção global.

A recuperação do combustível alimentava a demanda por ativos de maior risco, especialmente aqueles ligados a commodities, como o real e o peso mexicano.

Operadores ressaltavam, porém, que a agenda carregada em termos de política — com a volta das atividades do Congresso Nacional — e a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve simultaneamente ao fechamento do mercado à vista devem sustentar a volatilidade no mercado.

“A ata da última reunião do Fed será o destaque da agenda macro de hoje. Riscos… devem ser ressaltados no documento, mais uma vez. Seguirá baixa a probabilidade de elevação de juros neste ano”, escreveram analistas da corretora Guide Investimentos em relatório.

Nesta manhã, o Banco Central fará mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em março, que equivalem a 10,118 bilhões de dólares, com oferta de até 11,9 mil contratos.

Texto atualizado às 10h57.