Dólar cai ao menor nível desde 20 de outubro com Previdência

No final de semana, Meirelles, já havia dito que a reforma da Previdência deveria ser pautada para votação até a primeira semana de dezembro

São Paulo – O dólar terminou em queda pela quinta sessão consecutiva e no menor nível em mais de um mês, aproximando-se dos 3,20 reais, em dia de volume reduzido com feriado nos Estados Unidos e com um pouco mais de otimismo em relação à votação da reforma da Previdência.

O dólar BRBY recuou 0,38 por cento, a 3,2226 reais na venda, menor patamar desde os 3,1898 reais de 20 de outubro. Nestes cinco pregões de baixa, acumulou 2,62 por cento.

Na mínima da sessão, a moeda atingiu 3,2193 reais e, na máxima, 3,2438 reais. O dólar futuro DOLc1 tinha queda de cerca de 0,05 por cento.

“O governo está em vias de marcar a data de votação, e isso seria um indício de que já tem apoio”, disse um gestor de derivativos de uma corretora nacional.

Ele se referia à notícia veiculada pela agência de notícias Bloomberg que informou, a partir de uma fonte, que o governo estaria combinando com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de colocar a reforma da Previdência em votação no dia 5 de dezembro.

“A probabilidade de aprovação aumentou de uma semana para cá, depois que o governo colocou a reforma como prioridade absoluta”, afirmou o economista-chefe do Itaú, Mário Mesquita.

No final de semana, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já havia dito que a reforma deveria ser pautada para votação até a primeira semana de dezembro.

Na noite de quarta-feira, o presidente Michel Temer promoveu jantar no Palácio da Alvorada para conseguir apoio político para a reforma, do qual participaram 176 pessoas entre parlamentares, ministros, economistas e o presidente.

O relator da reforma, deputado Arthur de Oliveira Maia (PPS-BA), disse após o encontro, entretanto, que o governo ainda tinha um trabalho “árduo” para conquistar os 308 votos necessários na Câmara dos Deputados.

O governo tem trabalhado para passar o texto no plenário da Câmara ainda este ano e tem a intenção de tentar que o Senado aprecie o projeto no início do próximo ano.

O volume de negociações nesta sessão foi mais baixo devido ao feriado do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, onde os mercados estão fechados.

No exterior, o dólar operava em queda ante uma cesta de moedas e misto ante divisas de emergentes, em baixa ante o peso mexicano, e em alta ante o rand sul-africano. 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Célio Azevedo

    Reforma da previdência já!