Dólar a 3,19; BNDES no preju…

Bolsa no zero a zero

O Ibovespa terminou o dia sem variações nesta sexta-feira, com uma enxurrada de balanços empresariais dominando as negociações. As ações da empresa de shopping centers BRMalls caíram 5,35% e tiveram o pior desempenho do índice. O lucro da companhia no segundo trimestre foi de 152,7 milhões de reais, 54% menor do que o resultado obtido no ano passado. No saldo da semana, o Ibovespa subiu 1,11%. O dólar fechou com alta de 1,43%, cotado a 3,19 reais, com intervenção do Banco Central.

Lojas Americanas: +4,6%

As ações da varejista Lojas Americanas subiram 4,6% — a maior alta do Ibovespa nesta sexta-feira. Investidores gostaram do balanço apresentado, que mostrou um lucro de 50,6 milhões de reais no segundo trimestre, quatro vezes maior do que os 17,3 milhões de reais do mesmo período do ano passado. Já a receita caiu 0,9%, para 3,94 bilhões de reais. Apesar disso, a margem de lucro da companhia cresceu 3 pontos percentuais, para 15,5%.

Kroton lucra mais

Na manhã desta sexta-feira, a companhia de educação Kroton apresentou um lucro de 519,3 milhões de reais, referente ao segundo trimestre, uma alta de 24,8% na comparação anual. Já a receita da companhia recuou 1,4%, somando 1,39 bilhão de reais. Segundo a Kroton, a receita foi impactada pela redução no Pronatec e a conclusão da venda da faculdade Uniasselvi.

Irregularidades na Estácio

Já a companhia de ensino Estácio, que está em processo de aquisição pela Kroton, encerrou o segundo trimestre com prejuízo de 19,9 milhões de reais, ante o lucro de 133,3 milhões no mesmo período de 2015. O resultado foi afetado por perdas com erros contábeis que somaram 108,1 milhões de reais entre os exercícios de 2014 e 2016. Segundo a Estácio, ao desconsiderar os lançamentos contábeis, o resultado seria um lucro de 79,1 milhões de reais. No fim de 2015, a empresa identificou irregularidades de transações e criou um comitê de auditoria. Entre os casos encontrados estão 6.000 alunos com Fies que que não tinham direito ao financiamento do governo devido ao mau desempenho acadêmico. As ações da companhia caíram 4,6% nesta sexta-feira.

Petrobras sobe

As ações ordinárias da Petrobras subiram 1,6% e as preferenciais recuaram 0,83% após a divulgação de um lucro de 370 milhões de reais no segundo trimestre. Além disso, a companhia informou na tarde desta sexta-feira um corte de 12,5% nos investimentos previstos para este ano, que agora totalizam 17,5 bilhões de dólares. Segundo o documento, a companhia deve fechar o ano com saldo de caixa de 27,3 bilhões de dólares.

Caixa em recuperação?

A Caixa Econômica Federal apresentou uma queda de 15,8% nos lucros do segundo trimestre, que foram de 1,6 bilhão de reais, na comparação com um ano antes. Já em comparação com os três primeiros meses de 2016 houve um aumento de 92%. O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, ressaltou que o comparativo mostra uma tendência de crescimento no resultado. A carteira de crédito da companhia teve leve alta de 1% e totalizou 691,6 bilhões de reais. O índice de inadimplência do banco foi de 3,20% no final de junho, uma redução de 0,3 ponto porcentual em relação a março.

BNDES no preju

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apresentou um prejuízo de 2,17 bilhões de reais no primeiro semestre do ano, ante um lucro de 3,5 bilhões de reais no mesmo período de 2015. Segundo o banco, o prejuízo é decorrente de despesas com provisões da carteira de crédito e da carteira de participações societárias — que chegaram a 9,59 bilhões de reais no período. Segundo o BNDES, a inadimplência do banco manteve-se baixa, em 1,38%.

 

Prévia do PIB encolhe

O IBC-Br apresentou retração de 0,53% no segundo trimestre, em comparação com os meses de janeiro a março deste ano. Já em comparação com o segundo trimestre de 2015, a queda foi de 4,37%. Considerado a prévia do PIB, o índice mostra que, em junho, houve um crescimento de 0,23% na comparação com maio. No acumulado do primeiro semestre houve retração de 5,96%.