DIs operam perto da estabilidade

Por enquanto não parece pesar a entrevista do diretor de Política Econômica do Banco Central

São Paulo – Os juros futuros operam perto da estabilidade e por enquanto não parece pesar a entrevista do diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Hamilton Araújo, dada na terça-feira, 22, na tevê, na qual admitiu desconforto com inflação, mas garantiu que ela ficará dentro da meta este ano.

“A inflação, evidentemente, não está confortável, tanto que o Banco Central está subindo a taxa de juros. Mas parte significativa do impacto desse aumento de taxa de juros sobre a inflação ainda não apareceu, mas vai aparecer até o final do ano. De modo que, a nossa visão, a visão do Banco Central, é de que a inflação neste ano, em 2014, vai ficar dentro do intervalo de tolerância fixado pelo Conselho Monetário Nacional”, afirmou.

Às 9h28, o DI para janeiro de 2015 tinha taxa de 11,02%, no mesmo nível do ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2017 exibia taxa de 12,34%, de 12,35% no ajuste de ontem. O DI para janeiro de 2021 estava em 12,63%, na máxima, de 12,64% no ajuste de terça-feira, 22.