Demanda para emissão da dívida argentina alcança US$ 70 bi

A operação, na qual o país busca captar ao menos 12,5 bilhões de dólares, termina nesta terça-feira

O retorno da Argentina aos mercados está se tornando um sucesso, com uma demanda de mais de 70 bilhões de dólares para sua emissão de dívida, informou à AFP uma fonte próxima aos procedimentos.

A demanda alcançou “quase 70 bilhões de dólares”, disse a fonte, que confirmou informações da imprensa.

A operação, na qual o país busca captar ao menos 12,5 bilhões de dólares, termina nesta terça-feira.

A Argentina propôs aos investidores títulos com vencimentos a 3, 5, 10 e 30 anos. A quantia obtida permitirá em particular indenizar os fundos especulativos chamados “abutres”.

As taxas de juros devem oscilar entre 6% e 8%, de acordo com os títulos.

Esta é a maior captação de fundos na Argentina em 20 anos.

Os bancos Deutsche Bank, HSBC, JP Morgan, Santander, BBVA, Citigroup e UBS foram escolhidos para realizar a operação, que começou na segunda-feira.