CVC entra com pedido de registro de companhia na CVM

Mesmo com pedido, ainda não foi registrado na autarquia o pedido de oferta inicial de ações

São Paulo – A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens entrou com pedido de registro de companhia aberta na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Ainda não foi registrado na autarquia o pedido de oferta inicial de ações (IPO), mas são conhecidos no mercado os planos da empresa, uma das maiores operadoras de turismo do País, de abrir o capital, que datam de antes de o fundo de private equity norte-americano Carlyle adquirir o controle da companhia, em janeiro do ano passado.

Caso a oferta se concretize, este será o segundo IPO de uma empresa brasileira que recebeu investimentos do Carlyle. A primeira foi a Qualicorp, que mesmo em meio a um cenário pouco favorável à captação de recursos via emissão de ações, conseguiu captar R$ 1,085 bilhão com sua oferta.

Em abril, portanto antes da piora do cenário econômico global, o diretor do Carlyle no Brasil, Fernando Borges, comentou, em conversa com jornalistas, que o investidor está bem mais seletivo com IPOs, mas avaliou que havia espaço “para bons ativos”.