CSU inicia novo programa de recompra de até 8,8% das ações

Empresa também anunciou o cancelamento de 2 milhões de papéis

São Paulo – A CSU Cardsytem (CARD3) anunciou nesta quinta-feira o cancelamento de ações o início de um novo programa de recompra, mostra um comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Foram alienados 2 milhões de papéis ordinários que estavam em tesouraria e outros 227,6 mil continuam em estoque como lastro para os programas de remuneração variável baseada em ações dos administradores.

Além de reduzir o número de ativos em circulação, o Conselho de Administração deu o aval para o início de um programa de recompra de até 8,88% das ações remanescentes, cerca de 1,8 milhão de ações.

“A iniciativa tem como objetivo capturar um potencial importante de criação de valor em razão do atual valor de cotação das ações da CSU na BM&FBovespa, evidenciando a visão estratégica e o compromisso de longo prazo da Companhia com o mercado de capitais”, mostra a nota assinada por Mônica Molina, Diretora de Relações com Investidores e Desenvolvimento Corporativo.

Os papéis serão adquiridos pelo prazo de um ano e com a intermediação das corretoras dos bancos Bradesco, Banco do Brasil, BTG Pactual, Credit Suisse, Santander e Itaú.