Crocs retoma ritmo de vendas e volta a animar investidores

Desde o começo do ano, ações da fabricante de calçados icônicos (e polêmicos) acumulavam perdas de quase 10%

São Paulo — As ações da Crocs disparam nesta quarta-feira, depois que a empresa anunciou um aumento nas vendas no primeiro trimestre deste ano, superando as expectativas do mercado.

No período, a fabricante de calçados lucrou 7,1 milhões de dólares, valor superior aos 6,4 milhões de dólares registrados nos primeiros três meses de 2016.

A receita caiu de 279,1 milhões de dólares para 267,9 milhões de dólares, mas ainda assim ficou acima dos 258 milhões de dólares esperados pelos analistas.

A melhora dos números animou os investidores. No pregão de hoje, os papéis chegaram a subir 18%, cotados a pouco mais de sete dólares cada um. Desde o começo do ano, as ações acumulavam perdas de quase 10%.

Os resultados podem significar uma nova fase para a empresa que se tornou conhecida pelos sapatos icônicos (e polêmicos), mas que aos poucos viu suas vendas diminuírem.

Para o segundo trimestre , a expectativa da Crocs é o que as receitas estejam entre 305 e 315 milhões de dólares.