Controladores da Suzano devem participar de oferta de ações

A Suzano pretende obter ao menos 1,5 bilhão de reais com a oferta, realizada para reforçar seu caixa e sua estrutura de capital

São Paulo- A Suzano Papel e Celulose informou nesta quinta-feira que os acionistas controladores da companhia IPFL Holding, David Feffer e outros manifestaram a intenção de subscrever todas as ações a que tiverem direito na oferta de ações da empresa, anunciada na semana passada.

A Suzano Holding, controladora da empresa, já havia manifestado a intenção de subscrever as ações que tem direito e as eventuais sobras das ações ordinárias e preferenciais classe B.

A Suzano pretende obter ao menos 1,5 bilhão de reais com a oferta, realizada para reforçar seu caixa e sua estrutura de capital.

A transação segue um movimento semelhante realizado pela Fibria, que captou cerca de 1,44 bilhão de reais em abril, com o objetivo de diminuir sua alavancagem.

No fim de março deste ano, a Suzano tinha uma relação dívida líquida e Ebitda de 4,8 vezes.

A Suzano Holding possui 88 por cento das ações ordinárias da Suzano Papel e Celulose e 0,3 por cento das ações preferenciais classe A, de maior liquidez na bolsa, segundo informações do site da empresa.

O BNDESPar, outro acionista importante da produtora de papel e celulose, tem 6,7 por cento das ações preferenciais classe A da Suzano.

A reserva de ações na oferta da companhia vai de 18 a 26 de junho, segundo cronograma tentativo da operação. A precificação deve ocorrer em 27 de junho.