Compras de ofertas alavancam mercados asiáticos

Investidores buscaram ações e tiraram as bolsas das recentes baixas

Tóquio – Após dois pregões em baixa, as Bolsas da Ásia se recuperaram nesta quarta-feira. Os bons resultados foram devidos, principalmente, à presença de investidores em busca de ofertas de ocasião. Não houve negociações na Tailândia por ser feriado.

Em Hong Kong, a bolsa tirou proveito do rali na China, com as previsões de robusto crescimento econômico para o país. O índice Hang Seng avançou 158,66 pontos, ou 0,7%, e encerrou aos 24.135,03 pontos.

Já as Bolsas da China tiveram o melhor fechamento em cinco meses, lideradas pelos bancos e imobiliárias, que ficaram com valores atrativos em relação a outros setores. O índice Xangai Composto subiu 1% e encerrou aos 3.050,40 pontos, a maior pontuação desde 11 de novembro. O índice Shenzhen Composto ganhou 1,1% e terminou aos 1.286,71 pontos.

O iuane atingiu valorização recorde sobre o dólar, após o Banco Central chinês fixar nova baixa histórica para a taxa de paridade central dólar-iuane (de 6,5440 iuanes para 6,5369 iuanes). No mercado de balcão, o dólar, que chegou ao piso de 6,5317 iuanes durante a sessão, fechou cotado em 6,5340 iuanes, de 6,5403 iuanes do fechamento de terça-feira.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou em alta, com as ações das empresas de tecnologia atraindo o interesse dos investidores, após os recentes maus resultados do setor. O índice Taiwan Weighted avançou 0,55% e fechou aos 8.780,20 pontos.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi, da Bolsa de Seul, subiu 1,6% e encerrou aos 2.121,92 pontos.

Já na Austrália, o mercado se beneficiou da recuperação na Bolsa de Tóquio. O índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, subiu 0,3% e fechou aos 4.911,0 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em ligeira alta, sustentada pelo interesse dos investidores em blue chips. O índice PSE subiu 0,10% e encerrou aos 4.203,68 pontos.

A Bolsa de Cingapura fechou em alta, uma vez que os temores sobre a crise nuclear no Japão foram amenizados e já que um recuo nos preços do petróleo impulsionaram os papeis sensíveis à commodity, como as companhias aéreas e de navegação. O índice Straits Times avançou 1,1% e fechou aos 3.172,08 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,4% e fechou aos 3.734,41 pontos, liderado por compras de papeis relacionados a produtos de consumo e a petróleo, na expectativa de robustos resultados no primeiro trimestre e altos pagamentos de dividendos.

O índice composto da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, teve alta de 0,6% e fechou aos 1.553,59 pontos, por conta de compras de papeis em oferta após três dias de perdas. As informações são da Dow Jones