Como Warren Buffett transformou a crise de 2008 em US$10 bi

Bilionário recebe mais uma grande bolada, elevando para quase 40% o lucro antes dos impostos de seus investimentos feitos na época da crise

São Paulo – Em 2008, enquanto milhões de investidores arrumavam suas malas e fugiam do furacão da crise no mercado financeiro para proteger seus investimentos, Warren Buffett mantinha a frieza e colocava em ação seu apurado faro para negócios.

Na época, a mercado desmoronava em meio ao intenso pessimismo e o megainvestidor garimpava boas oportunidades e ia às compras. Resultado? Cinco anos depois, o Oráculo de Omaha assiste aos extraordinários retornos de seus investimentos: já são 10 bilhões de dólares e o valor continua a crescer.

Uma reportagem publicada hoje pelo The Wall Street Journal destaca que Buffett se aproximou dessa quantia após receber mais uma grande bolada na semana passada, elevando para quase 40% o lucro antes dos impostos de seus investimentos feitos na época da crise.

“Seja medroso quando os outros são gananciosos, e seja ganancioso quando os outros estão com medo”, defende Buffett. A frase é uma das mais famosas do bilionário e pode até ser considerada um clichê de mercado, mas trata-se de um conceito pouco exercido pela maioria dos investidores comuns em momentos de pânico.

Para se ter uma ideia da escala dos negócios, a fabricante de doces Mars Inc, por exemplo, devolveu recentemente a Buffett 4,4 bilhões de dólares, que sua subsidiária a Wrigley tomou emprestado na época da crise. Com esse pagamento, seu conglomerado Berkshire Hathaway já conta com um lucro líquido de pelo menos 680 milhões de dólares.

Além da Mars, a Berkshire fez investimentos no Bank Of America, Goldman Sachs, Swiss Re, Dow Chemical e General Electric.

Confira na tabela os investimentos e rendimentos de Buffett:

Empresa Ano Valor investido Dividendos e outros rendimentos
Mars/Wrigley 2008 US$ 6,5 bilhões US$ 3,8 bilhões
Goldman Sachs 2008 US$ 5 bilhões US$ 1,75 bilhão
Bank Of America 2011 US$ 5 bilhões US$ 0,9 bilhão
General Electric 2008 US$ 3 bilhões US$ 1,2 bilhão
Dow Chemical 2009 US$ 3 bilhões US$ 1 bilhão
Swiss Re 2009 US$ 2,7 bilhões US$ 1,3 bilhão

Fonte: Bershire Hathaway