Como o valor do Facebook pode chegar aos US$ 100 bilhões

Embora alguns analistas projetem um valor bem mais baixo para a rede social, uma série de pontos dá boa margem para que valor estimado seja alcançado

São Paulo – Um site que vale 100 bilhões de dólares. A informação sobre o Facebook impressiona, mas essa é a estimativa do valor da rede social se o IPO (oferta inicial de ações) for bem sucedido. O valor foi projetado a partir de um cálculo que considera os 5 bilhões de dólares em ações que a empresa quer oferecer no mercado e a participação dos acionistas da empresa e de outros investidores que aplicaram na rede.

Além do fato de que o número é mesmo muito impressionante, o momento do mercado financeiro e o histórico das empresas de internet, coroado com a bolha.com, que estourou em 2001, faz com que alguns analistas estimem números bem mais magros para o valor de mercado da empresa, com projeções entre 75 bilhões e 50 bilhões de dólares.

Uma série de fundamentos, porém, poderia sustentar os 100 bilhões de dólares como valor para a rede, como aponta o site DealBook, do The New York Times. O ponto mais importante de valor para o Facebook é o próprio esforço que os envolvidos na oferta farão para que o IPO não seja um fracasso. Isso poderá ser em parte garantido pela lei da oferta e demanda.

O IPO do Groupon (GRPN), por exemplo, já apontou essa estratégia. Na ocasião foram ofertadas apenas 5% das ações da empresa, fazendo com que os investidores interessados garantissem sua participação rapidamente numa fatia pequena. Uma estratégia parecida esta sendo usado no IPO do Facebook pelo coordenador Morgan Stanley. A estimativa inicial era de que fossem ofertados 10 bilhões de dólares em papéis da rede social, o dobro do que será realmente ofertado, que é bem próximo do mínimo necessário. Colocar poucas ações no mercado dá chance a um número menor de investidores e vira um bom termômetro para que outros papéis sejam oferecidos futuramente.

Outro ponto pode ajudar a levar o valor do Facebook para as alturas. Durante a bolha.com, os coordenadores tinham acordos para vender ações no IPO para grandes investidores institucionais. Atualmente, essa pratica não é mais permitida e os grandes investidores não terão prioridade, tendo que aplicar no lançamento de ações e garantindo uma demanda especial para os papéis na ocasião do lançamento.

Esses fatores podem dar um valor inicial de 100 bilhões de dólares ao Facebook no lançamento da oferta. Com o tempo, porém, os fundamentos é que costumam dirigir o preço dos papéis. Nesse momento, pontos como a capacidade da rede em rentabilizar novos serviços e continuar crescendo vão contar mais.

http://d3lvr7yuk4uaui.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=