Começando por Netflix, empresas de tecnologia vão testar humor de Wall St

Facebook, Amazon e Alphabet, Apple e Microsoft são responsáveis por cerca de 17% dos US$ 26 trilhões em valor de mercado do índice S&P 500

São Francisco (EUA) — Uma série de resultados trimestrais de companhias de internet como Netflix vão testar a partir de quarta-feira o interesse de Wall Street em ampliar um rali acionário recente motivado por expectativas de reduções de juros nos Estados Unidos.

Facebook, Amazon e Alphabet, todas parte do grupo apelidado de FANG, de ações amplamente detidas por investidores, acumulam alta de mais de 5% em julho.

As empresas FANG, combinadas com as favoritas dos investidores Apple e Microsoft, são responsáveis por cerca de 17% dos 26 trilhões de dólares em valor de mercado do índice S&P 500, o que torna a reação dos investidores aos resultados trimestrais importante para a determinação do humor de Wall Street.

A Netflix tem sido a integrante do FANG com performance mais fraca este mês no mercado de ações, acumulando alta de 0,2%. Investidores preocupam-se com a vindoura competição do serviço de streaming de vídeo da Walt Disney, que pode frear o crescimento da base de assinantes.

A divulgação de resultados da Netflix, marcado para após o fechamento do mercado na quarta-feira, seguido pelos da Microsoft na quinta-feira, e Facebook, Amazon e Alphabet na próxima semana poderão adicionar ganhos ao mercado ou colocar um fim ao rali recente do mercado.

Em abril, a Netflix previu crescimento abaixo do esperado em novas assinaturas e as preocupações de investidores apenas cresceram desde então após anúncios de que a empresa vai perder seus dois seriados mais assistidos nos Estados Unidos – “Friends” e “The Office” – para serviços rivais da AT&T e NBC Universal em 2020 e 2021, respectivamente.

“(A divulgação do resultado da) Netflix será interessante do ponto de vista das previsões”, disse Jim Bianco, presidente da Bianco Research. “Eles terão muita competição pela frente e eu acho que eles terão que nos dar algumas estimativas sobre se acreditam que poderão enfrentá-la.”

Enquanto isso, Facebook e Alphabet enfrentam desafios que incluem cobrança de mais regulação por autoridades e a Amazon preocupa investidores sobre riscos da estratégia de entrega em 1 dia prejudicarem os resultados da empresa em um momento em que rivais como Walmart e Target melhoram suas operações de comércio eletrônico.

As ações da Amazon acumulam alta de 35% e estão a menos de 2% abaixo do recorde registrado em setembro. Já o Facebook tem valorização de 56% em 2019 e suas ações estão a 6% do recorde registrado um ano atrás.

Analistas esperam, em média, que a receita trimestral da Amazon cresça 18%, para 62,4 bilhões de dólares, e o lucro líquido avance 10%, para 2,78 bilhões.

O mercado espera que o Facebook mostre aumento de 25% na receita do trimestre, para 16,3 bilhões de dólares, e crescimento de 6% no lucro, para 5,4 bilhões de dólares.

Para a Alphabet, a previsão é de alta de 17% no faturamento, para 38,2 bilhões de dólares e lucro líquido em queda de 4%, a 7,9 bilhões.

Já para a Microsoft, a única empresa dos Estados Unidos com valor de mercado acima de 1 trilhão de dólares, publique aumento de 9% na receita trimestral, para 32,8 bilhões de dólares, e que o forte crescimento nos negócios de computação em nuvem tornem essa área de negócios maior que o Windows pela primeira vez.