Com balanços em foco, Ibovespa recua nos primeiros negócios

Às 11:05, o Ibovespa caía 0,77%, a 107.535,39 pontos

São Paulo — O Ibovespa operava no vermelho nesta terça-feira, com o mercado repercutindo divulgação de resultados trimestrais de diversas empresas e investidores globais ainda aguardando nesta sessão discurso de Donald Trump que deverá dar novas pistas sobre as negociações comerciais com a China.

Às 11:05, o Ibovespa caía 0,77%, a 107.535,39 pontos. O volume financeiro somava 2,28 bilhões de reais. Com a queda, o Ibovespa voltava a aumentar a distância de sua máxima histórica de fechamento, de 109.580,57 pontos.

Destaques

– YDUQS recuava 4%, após a empresa divulgar que teve lucro líquido proforma de 158,8 milhões de reais de julho ao fim de setembro, queda de 18,3% na comparação com o mesmo período do ano passado.

– BR DISTRIBUIDORA ON perdia 3,75%, após reportar lucro líquido de 1,3 bilhão de reais, aumento de 23,9% na comparação com o mesmo período do ano passado.

– MARFRIG ON subia 0,3%. A empresa anunciou que mais duas de suas fábricas foram habilitadas para exportações para a China. A companhia também divulgou que teve lucro líquido de 100,4 milhões de reais no terceiro trimestre, ante prejuízo de 126 milhões de reais em igual etapa de 2018.

– EMBRAER ON caía 3%. A empresa sinalizou que pode pagar um dividendo menor aos acionistas, além de ter divulgado prejuízo de 77,2 milhões de dólares no terceiro trimestre.

– ELETROBRAS PNB recuava 0,2%, tendo reportado lucro líquido de 716 milhões de reais no terceiro trimestre de 2019, ante prejuízo de líquido de 2,26 bilhões de reais no mesmo período de 2018.

– SUZANO ON ganhava 1,9% e KLABIN UNT subia 0,8%, entre as poucas altas do índice.

-Também na lista de empresas que divulgaram balanço trimestral entre a noite da véspera e a manhã desta terça-feira, COSAN perdia 3,7%, RUMO ON tinha oscilação positiva de 0,04%, e ITAÚSA PN cedia 1,4%.