Coinvalores rebaixa recomendação para o Banco do Brasil

Resultados do banco ficaram “abaixo do ideal”, diz analista da corretora

São Paulo – A corretora Coinvalores não ficou satisfeita com os resultados do terceiro trimestre do Banco do Brasil (BBAS3). A instituição financeira apresentou um lucro líquido de 2,9 bilhões de reais, um crescimento de 11,2% sobre o mesmo período do ano passado.

Em termos recorrentes, o resultado ficou em 2,57 bilhões de reais, uma queda de 0,2% sobre o obtido um ano antes. “Os números vieram muito abaixo das expectativas do mercado”, destaca o analista Marco Saravalle, em relatório.

As ações do banco estão entre as maiores quedas da bolsa nesta quinta-feira. “Apesar de atribuirmos boas perspectivas para o longo prazo, reduziremos, por ora, para ‘manutenção’ nossa recomendação para os papéis”, explica ele. O preço-alvo está em revisão.