Cobre sobe em Londres e NY após rali de bolsas chinesas

Por volta das 8h30 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 1,7%, a US$ 4.795,00 por tonelada

São Paulo – Os futuros de cobre operam em alta em Londres e Nova York nesta manhã, após o rali das bolsas chinesas, que ajuda a alimentar o apetite por ativos considerados mais arriscados, caso dos metais básicos.

A principal bolsa da China, a de Xangai, subiu 4,3% no pregão desta quarta-feira, em dia de euforia na Ásia na esteira de indicadores positivos dos EUA, que aliviaram preocupações sobre a perspectiva do crescimento global.

A China é o maior consumidor mundial de cobre e de outros metais básicos.

Por volta das 8h30 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) subia 1,7%, a US$ 4.795,00 por tonelada, após chegar a ser negociado mais cedo a US$ 4.798,50 por tonelada, o maior patamar em três meses e meio.

Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para maio tinha alta de 1,28%, a US$ 2,1730 por libra-peso.