Chinesa Sany planeja levantar até US$ 300 milhões em oferta de BDRs no Brasil

A companhia é líder na fabricação de equipamentos para a construção civil na China

São Paulo – A Sany Heavy Industries Holding, maior fabricante de maquinaria para o setor de construção civil na China, anunciou nesta terça-feira (22) que planeja levantar no mercado brasileiro até 300 milhões de dólares através da oferta de recibos de sua subsidiária em Hong Kong, a Sany Heavy Equipment International, a partir do segundo semestre de 2010, conforme relevou seu vice-presidente, John Li, em entrevista a jornalistas durante o 1º Fórum do Mercado de Capitais Brasil-China, realizado em São Paulo.

A companhia, cuja holding possui capital aberto na bolsa de valores de Xangai com capitalização de mercado de 16 bilhões de dólares, chegou ao Brasil há cinco anos e opera por aqui através de sua subsidiária, a Sany Brasil. John Li disse que ainda está em busca de um banco para realizar a operação no Brasil. A oferta de BDRs (Brazilian Depositary Receipts, ou certificados representativos de ações de emissão de companhias abertas, com sede no exterior) de 300 milhões de dólares representa cerca de 10% da filial da empresa em Hong Kong.

“Estamos estudando a possibilidade de ofertar os BDRs de nossa subsidiária de Hong Kong no Brasil. A ideia inicial é estudar como seria a receptividade do público brasileiro diante da operação”, declarou John Li. A Sany fechou 2009 com faturamento de 8,2 bilhões de dólares. Além de equipamentos para concretagem, escavação, elevação, pavimentação, perfuração e sondagem, a companhia ainda tem produtos para movimentação de cargas portuárias, mineração e energia eólica. Na última década, a empresa elevou em 50% o seu volume de vendas ano a ano.

Em fevereiro de 2010, a Sany assinou um acordo de investimento de 200 milhões de reais com o Governo do Estado de São Paulo para a instalação de uma unidade fabril no Brasil.