Brasil preocupa e Ibovespa vai abaixo dos 57 mil pontos

Os investidores mostram preocupação com as perspectivas para a economia brasileira

São Paulo – O principal índice acionário da Bovespa caía abaixo dos 57 mil pontos nesta quarta-feira, com investidores mostrando preocupação com as perspectivas para a economia brasileira.

Às 16h29, o Ibovespa recuava 1,3 por cento, a 56.567 pontos, rondando as mínimas de doze semanas. O giro financeiro do pregão era de 5,8 bilhões de reais.

A desaceleração do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) no fim de 2012 reforçou temores sobre os rumos da economia doméstica, num cenário de crescentes pressões inflacionárias e incertezas sobre as políticas monetária e cambial.

“Existe uma visão de que o risco regulatório do Brasil aumentou muito nos últimos tempos”, disse o sócio da Órama Investimentos Álvaro Bandeira. “Isso acaba reduzindo as expectativas dos investidores em geral com o Brasil.” As blue chips Vale e Petrobras seguiam pressionadas na sessão e eram a principal influência negativa para o Ibovespa, com queda de 2,55 e 1,9 por cento, respectivamente.

BM&FBovespa perdia 4 por cento, entre os destaques de baixa, após a operadora de bolsas ter tido lucro abaixo do esperado no quarto trimestre.

Em sentido oposto, destaque para OGX e LLX , controladas pelo empresário Eike Batista, que subiam 4,1 e 1,04 por cento, respectivamente, após fortes perdas da véspera.

A ação preferencial do Grupo Pão de Açúcar subia 1,45 por cento, a 97,75 reais, após a varejista ter registrado lucro acima das expectativas. O papel chegou a bater 99 reais mais cedo, renovando a máxima intradiária histórica.

Fora do índice, as units do BTG Pactual subiam 1,2 por cento. O resultado melhor que esperado no quarto trimestre trouxe evidência adicional da capacidade de geração de receitas mais estáveis, segundo analistas.

Na cena externa, investidores repercutiam a ata do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, divulgada há pouco.

O documento mostrou que o Fed poderá ter de desacelerar ou interromper seu programa de compra de ativos antes de ver melhora no mercado de trabalho.

Em Nova York, o índice Dow Jones caía 0,17 por cento, o S&P 500 perdia 0,53 por cento e o Nasdaq tinha baixa de 0,7 por cento. (Por Danielle Assalve; Edição de Aluísio Alves)