Cazaquistão “minimizará” participação no mercado de divisas

O Banco Central do Cazaquistão anunciou que vai "minimizar" as tentativas de conter a queda do tenge, a moeda do país

Astana – O Banco Central do Cazaquistão anunciou nesta quinta-feira que vai “minimizar” as tentativas de conter a queda do tenge, a moeda do país, o que confirma os rumores de que a instituição deixaria o mercado estabelecer o valor dessa divisa em relação ao dólar.

“A fim de salvar os ativos de ouro e divisas do Banco Nacional e do Fundo Nacional, o Banco Nacional decidiu reduzir sua participação no mercado de divisas a partir de 5 de novembro de 2015,” disse o banco central do Cazaquistão em comunicado.

A moeda cazaque chegou hoje a um patamar mínimo recorde de quase 304 tenges por dólar e subiu para 299,70 no fechamento.

“Esta mudança não representa uma ameaça para a estabilidade financeira e não contradiz o propósito do Banco Nacional de conseguir a estabilidade de preços”, acrescenta o comunicado.

“Está claro que a posição do novo governador do Banco Nacional (Daniyar Akishev) é que o tenge deve chegar ao equilíbrio sem nenhuma intervenção”, segundo o economista Aidarkhan Kusainov, que dirige a empresa de consultoria Almagesto.