Carrefour tem aval para listar Dia na Bolsa de Madri

A maior varejista europeia afirmou que o prospecto preliminar da oferta de ações do Dia está disponível

Paris – O Carrefour recebeu nesta sexta-feira o aval regulatório para a listagem de sua rede de lojas de descontos Dia na Bolsa de Madri, cumprindo sua promessa de cindir ativos para melhorar a percepção de investidores quanto ao valor do grupo.

A maior varejista europeia, abalada por dois alertas de lucro no ano passado, afirmou que o prospecto preliminar da oferta de ações do Dia está disponível. O Carrefour espera que as ações da empresa comecem a ser negociadas em 5 de julho.

O Carrefour irá realizar um encontro com investidores na terça-feira para defender a listagem do Dia e responder a questões sobre o arquivamento do plano de dividir parte de seus negócios e sobre a saída de um executivo sênior da companhia.

Acionistas se encontrarão em 21 de junho para aprovar o plano da listagem em bolsa do Dia.

Com volume de vendas de quase 10 bilhões de euros (14,29 bilhões de dólares), o Dia é a terceira maior rede de lojas de descontos de baixo custo do mundo.

O Carrefour afirmou ter como meta um crescimento anual de vendas de 7 por cento entre 2010 e 2013 e uma expansão média de 10 por cento do Ebitda ajustado (sigla em inglês para lucro antes de juros, taxas, depreciações e amortizações).

Durante esse período, o Carrefour afirmou que o Dia pretende realizar investimentos de 300 milhões a 350 milhões de euros ao ano.

Em 2013, a expectativa é que mercados emergentes respondam por 30 por cento das vendas do Dia, frente a 22 por cento em 2010. Esses mercados contribuirão com 20 por cento do Ebitda, contra 7 por cento no ano passado.