Euro alcança máxima em 2 meses ante dólar

LONDRES – O euro alcançou o maior valor em dois meses frente ao dólar nesta sexta-feira, ajudado pela demanda asiática e a melhora da confiança na zona do euro, mas a alta era instável devido à proximidade de resistências técnicas.

Vendas bem sucedidas de bônus em países endividados, como Portugal e Espanha, e expectativas de um fundo de resgate europeu ampliado davam suporte ao euro, junto com uma perspectiva mais positiva do Banco Central Europeu (BCE). No entanto, os problemas de dívida continuam como pano de fundo.

“Essa reação parece exagerada, pois é altamente improvável que o BCE eleve os juros em breve e não houve nada concreto sobre o fundo de resgate”, disse Raghav Subbarao, estrategista de câmbio do Barclays Capital.

A moeda comum europeia chegou à cotação de 1,3566 dólar, a máxima em dois meses, recebendo impulso maior de dados mais fortes que o previsto sobre a confiança do investidor alemão. Às 7h43 (horário de Brasília), o euro subia 0,47 por cento, a 1,3536 dólar.

Operadores disseram que reservas soberanas asiáticas estavam novamente ativas na compra de euros.

A valorização do euro contribuía com a queda do dólar, que perdia 0,31 por cento em relação a uma cesta de moedas. O índice da moeda norte-americana não estava longe da mínima em dois meses atingida na quarta-feira.

Os ganhos das ações na China também ajudava a induzir apetite por risco.