CÂMBIO-Dólar opera quase estável em meio a vencimento de futuros

SÃO PAULO, 30 de novembro (Reuters) – O dólar mantinha-se
perto da estabilidade nesta terça-feira, descolando do cenário
internacional em meio ao vencimento de contratos futuros.

Às 11h15, a moeda norte-americana tinha leve baixa
de 0,06 por cento, a 1,723 real. No mesmo horário, o dólar
subia 0,56 por cento em relação a uma cesta com as principais
moedas , no maior nível em mais de dois meses, e o euro
caía em torno de 1,30 dólar.

O quadro internacional ainda era dominado pelo receio de
que outros países da zona do euro, além de Grécia e Irlanda,
possam precisar de ajuda para garantir o pagamento das dívidas.
O prêmio de risco de Espanha e Itália, por exemplo, subia ao
maior nível desde a criação da moeda única.

No Brasil, porém, isso coincidia com a rolagem de contratos
futuros em vencimento na BM&FBovespa. No último dia do mês, os
investidores normalmente travam uma disputa pela formação da
Ptax, taxa média calculada pelo Banco Central com base nos
negócios do dia e usada como referência para os contratos.

“Hoje tem ‘game’ de Ptax sim”, disse Danilo Campos,
operador de câmbio da corretora Flow. “No começo do dia chegou
a estar com mais liquidez. Agora está mais lateral, mas com a
Ptax subindo um pouco”, completou.

Dados da BM&FBovespa mostravam que, na segunda-feira, os
estrangeiros detinham 12,338 bilhões de dólares em posições
vendidas na moeda norte-americana nos mercados futuro e de
cupom cambial (DDI). Os bancos, vendidos no mercado à vista,
tinham posição comprada no futuro de 7,263 bilhões de dólares.

(Reportagem de Silvio Cascione; Edição de Vanessa Stelzer)