Brookfield agrada mercado com vendas acima do esperado

Ações da empresa chegaram a subir quase 5% após a divulgação de dados operacionais

São Paulo – As ações da Brookfield Incorporações chegavam a subir mais de 5 por cento na manhã desta sexta-feira, após a companhia divulgar na véspera dados operacionais preliminares que surpreenderam o mercado.

Às 12h01, o papel subia 4,22 por cento, a 5,68 reais, enquanto o Ibovespa ganhava 0,73 por cento.

A Brookfield fechou 2011 com vendas contratadas de 4,4 bilhões de reais, alta de 21,1 por cento em relação a 2010 e acima da projeção de 3,8 bilhões a 4,2 bilhões de reais estabelecida para o ano.

Já os lançamentos foram de 3,9 bilhões de reais no ano passado, 31,8 por cento maiores ante 2010 e equivalentes a 98 por cento do piso da meta anual da empresa, de 4 bilhões de reais a 4,2 bilhões de reais.

“Embora não tenha atingido o ponto mínimo da meta de lançamentos (por apenas 2 por cento), a Brookfield superou a previsão de vendas em quase 5 por cento, uma métrica mais importante”, afirmou o analista Guilherme Rocha, do Credit Suisse.

No quarto trimestre, os lançamentos da companhia foram destaque, somando 1,8 bilhão de reais, crescimento anual de 62,2 por cento.

“Destacamos o fato da empresa ter conseguido acelerar os lançamentos no quarto trimestre, lançando 46 por cento do total do ano no último quarto”, ressaltam os analistas do Itaú BBA, em relatório.

A velocidade de vendas -medida pela relação de venda sobre oferta- também agradou o mercado ao encerrar o quarto trimestre em 28 por cento.

Segundo Rocha, do Credit Suisse, a companhia “fez um bom trabalho em aumentar esforços para acelerar a aprovação de projetos e manter a velocidade de vendas em níveis elevados”.