Brasil Travel muda precificação de IPO para esta quinta

Mudança ocorre devido à mudança de limite de aquisição de ações no âmbito da oferta secundária por pessoas vinculadas

Rio de Janeiro – A Brasil Travel mudou para esta quinta-feira a data de precificação das ações de sua oferta pública inicial, informou a companhia em comunicado. A definição do preço estava inicialmente marcada para a véspera.

A alteração do cronograma ocorreu, segundo comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), devido à mudança de limite de aquisição de ações no âmbito da oferta secundária por pessoas vinculadas, o que inclui acionistas vendedores.

O limite passou de 15 para 50 por cento dos papeis, sem considerar o lote suplementar e as ações adicionais, caso não haja excesso de demanda superior a um terço da quantidade de ações inicialmente ofertadas.

“Com relação a qualquer acionista vendedor que participe como pessoa vinculada na oferta institucional, estes poderão adquirir, nos termos acima, ações que sejam alienadas exclusivamente pelo Fundo de Investimento em Participações Dalty”, segundo o documento.

Em razão das alterações, investidores da oferta de dispersão que fizeram reserva poderão desistir do pedido até às 16h de 10 de fevereiro, segundo a empresa. O início dos negócios com as ações na BM&FBovespa está previsto para 13 de fevereiro.

A FIP Dalty (fundo do Banco Modal) e sócios fundadores de 35 das empresas que fazem parte do grupo, entre agências de viagem e casas de câmbio, serão os acionistas vendedores na oferta secundária.

A faixa de preço prevista para o IPO é de entre 1.250 e 1.650 reais, o que pode fazer a operação movimentar até 1,42 bilhão de reais. Mas a empresa planeja cortar o valor sugerido de sua ação para 1 mil reais, disseram fontes na quarta-feira.