Brasil Brokers segue para maior nível em 4 meses após aquisição

A Brasil Brokers assinou um contrato para comprar 55 por cento da Bamberg e assumiu o compromisso de adquirir os 45 por cento restantes em até quatro anos

São Paulo – A Brasil Brokers Participações SA seguia em direção ao maior nível em quatro meses após acertar a compra da Bamberg Planejamento e Empreendimento Imobiliários por um valor estimado em R$ 25,5 milhões.

As ações subiam 4,5 por cento às 16:56, para R$ 7,26. O fechamento neste nível seria o maior desde 28 de outubro. O índice Ibovespa avançava 0,9 por cento.

A Brasil Brokers assinou um contrato para comprar 55 por cento da Bamberg e assumiu o compromisso de adquirir os 45 por cento restantes em até quatro anos a partir da data da aquisição, segundo comunicado enviado ontem ao mercado. O valor estimado pela totalidade das quotas é de R$ 25,5 milhões.

A Bamberg atua exclusivamente no mercado secundário e a aquisição faz parte da “estratégia de expansão geográfica através da aquisição de participações em empresas de intermediação imobiliária”, disse a companhia no comunicado.

O anúncio foi visto como positivo pelos analistas Guilherme Rocha, Daniel Gasparete e Vanessa Quiroga, do Credit Suisse AG. “A companhia deve continuar a anunciar operações nos próximos meses, de acordo com a estratégia de consolidar sua presença no mercado secundário”, disseram eles em relatório enviado hoje a clientes, em que reiteraram a recomendação “outperform” para o papel.

A Brasil Brokers acumula ganhos de 28 por cento no ano, ante a alta de 23 por cento do índice BM&FBovespa Real Estate.