BP Biocombustíveis fará novo aumento de capital

A operação será feita através de subscrição de novas ações e o valor a ser levantado é de R$ 79,857 milhões

São Paulo – A BP Biocombustíveis deve realizar um novo aumento de capital no curto prazo, de acordo com informação do Diário Oficial de São Paulo. A operação será feita através de subscrição de novas ações e o valor a ser levantado é de R$ 79,857 milhões. Em menos de dois meses, este será o terceiro aumento de capital realizado pelo braço sucroalcooleiro da petroleira britânica BP. O novo aumento será decidido em assembleia extraordinário marcada para o dia 23 de fevereiro.

Nos dois aumentos de capital anteriores, a BP Biocombustíveis captou R$ 116,65 milhões. Em 29 de dezembro de 2011 foram emitidas 263.858.840 ações ordinárias no valor de R$ 64,15 milhões e em 25 de janeiro, uma segunda emissão, de 215.933.862 ações ordinária aumentou o capital da empresa em mais R$ 52,5 milhões. Se a nova emissão for aprovada, o aumento de capital total neste período ficará perto de R$ 200 milhões.

Os recursos deverão ser utilizados na reestruturação da CNAA, adquirida totalmente pela BP no ano passado. A BP Biocombustíveis adquiriu, em 2011, a totalidade do controle da Tropical Bioenergia, localizada em Edeia, em Goiás e a CNAA, que possui duas usinas em operação e um greenfield em construção. Depois de adquirir a totalidade das usinas, a BP criou uma holding, a BP Biocombustíveis Brasil, para abrigar estas empresas. Outros dois greenfields devem sair do papel até 2017, quando a empresa deverá ter uma capacidade instalada de 30 milhões de toneladas. Na safra atual, a BP processou 5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.