Bovespa amplia queda com investidores realizando lucros

Índice ampliou o ritmo de queda nesta quarta após acumular valorização superior a 7 por cento em sete pregões

São Paulo – O principal índice da Bovespa ampliava o ritmo de queda nesta quarta-feira, com investidores realizando lucros e avaliando dados do mercado de trabalho brasileiro, após o índice Ibovespa acumular valorização superior a 7 por cento em sete pregões. Às 15h17, o Ibovespa recuava 1,3 por cento, para 48.206 pontos. O giro financeiro era de 3,56 bilhões de reais.

O índice acumulou alta de 7,2 por cento desde o fechamento de 12 de julho, embora a queda no ano ainda esteja ao redor de 20 por cento. A valorização recente foi motivada, sobretudo, pelo desmonte de posições vendidas em meio à maior estabilidade no cenário internacional.

“Ontem a bolsa testou os 49 mil pontos, então é natural alguma realização de lucros hoje, também influenciada por indicadores domésticos do mercado de trabalho”, afirmou o economista Antonio Madeira, da MCM Consultores.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostraram que o desemprego no Brasil subiu para 6,0 por cento em junho, acima dos 5,8 por cento em maio e no nível mais alto desde abril de 2012. O IBGE apontou também para queda no rendimento mensal da população pelo quarto mês seguido.

Neste pregão, puxavam o Ibovespa para baixo a ação da incorporadora e construtora PDG Realty e as ações do Bradesco e Itaú Unibanco. As ações da Petrobras, enquanto isso, recuavam 0,7 por cento. Nesta quarta, o Goldman Sachs cortou seu preço alvo para as ações da estatal da estatal de 25,3 para 20 reais, refletindo novas estimativas para a taxa de câmbio, os preços do petróleo e a uma mudança contábil recente feita pela companhia.

A preferencial da Telefônica também recuava. A operadora divulgou mais cedo queda no lucro do segundo trimestre na comparação anual. Na outra ponta, os papéis do Grupo Pão de Açúcar eram destaque de alta, com valorização de 1,7 por cento. Apesar de ter divulgado queda no lucro trimestral, investidores ficaram animados com os números apresentados pelo braço de eletrodomésticos da varejista, a ViaVarejo, e pela alta das vendas consolidadas.

A Oi também subia. Mais cedo, a empresa anunciou que não pagará dividendos em agosto, após o nível de alavancagem no segundo trimestre ter superado o limite previsto na política de remuneração de acionistas. A medida foi considerada por analistas como um sinal de disciplina financeira.