Bolsas europeias sobem em meio a expectativa de estímulo

O índice pan-europeu STOXX 600 avançou 0,73%, para 326,11 pontos

São Paulo – Os principais índices acionários da Europa fecharam em alta nesta quarta-feira, 22, impulsionados por expectativas com medidas adicionais de estímulo na região.

Relatos de que o Banco Central Europeu (BCE) está analisando um programa de compras de bônus corporativos continuaram a atrair compras de ações, amenizando preocupações com possíveis resultados negativos do teste de estresse com bancos locais.

O índice pan-europeu STOXX 600 avançou 0,73%, para 326,11 pontos.

As bolsas recuaram durante a manhã, após a agência de notícias Efe afirmar, segundo fontes, que pelo menos 11 bancos não serão aprovados no teste de estresse do BCE.

Entre as instituições que podem ser reprovadas estão três bancos da Grécia, outros três da Itália e dois na Áustria.

Os resultados da avaliação devem ser divulgados neste domingo.

Apesar do receio com a fragilidade no setor bancário, as ações voltaram a subir ao decorrer da sessão diante da expectativa de que o BCE está se preparando para ampliar o escopo de compras de ativos.

Nesta quarta-feira, o integrante do conselho do BCE Ewald Nowotny afirmou que as compras de bônus corporativos seriam apenas um meio de a instituição atingir sua meta de expandir seu balanço patrimonial, mas destacou que ainda há várias questões em aberto com relação a isso e que nenhuma decisão foi tomada.

Além da especulação sobre compras de ativos, fontes disseram que autoridades europeias estão considerando a possibilidade de criar um veículo de propósito específico vinculado ao Banco de Investimento Europeu (EIB, na sigla em inglês) – mas capitalizado separadamente – como forma de estimular investimentos arriscados sob um novo programa de investimentos da União Europeia.

Com isso, o índice espanhol Ibex-35 ganhou 0,96%, aos 10.249,90 pontos, em Madri.

A tendência de elevação também foi observada na Itália, onde o índice FTSEMib avançou 1,09%, para 19.266,25 pontos.

Em Frankfurt, o índice alemão DAX subiu 0,60%, para 8.940,14 pontos.

Já em Lisboa, o índice PSI-20 encerrou com elevação de 0,31%, aos 5.185,50 pontos, apesar da queda de 1,80% nas ações da Portugal Telecom.

O dia também contou com a ata da última reunião de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE), que mostrou preocupações entre os dirigentes sobre as perspectivas econômicas no Reino Unido.

O documento foi considerado “dovish”, ou seja, favorável à manutenção de estímulos. Na ata, o BoE comenta que o nível de ociosidade no Reino Unido é maior do que se esperava e que os problemas da zona do euro deverão causar leve desaceleração na economia britânica.

O índice britânico FTSE-100 ganhou 0,43%, aos 6.399,73 pontos, em Londres, enquanto o francês CAC-40 avançou 0,58%, para 4.105,09 pontos. Com informações da Dow Jones.