Bolsas europeias recuam com acidente em Paris e Coreia do Norte

Índice FTSEurofirst 300 caiu 0,75 por cento, a 1.494 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,73 por cento, a 380 ponto

Londres – Os mercados acionários europeus caíram nesta quarta-feira, com todos os principais índices no vermelho com o aumento das tensões políticas.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,75 por cento, a 1.494 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,73 por cento, a 380 pontos.

Os ativos de risco foram atingidos globalmente depois que a Coreia do Norte disse que estava considerando planos para atacar Guam, que tem uma grande base militar norte-americana.

A sessão marcou 10 anos desde o início da crise financeira global.

O índice CAC da França recuou depois que um carro atingiu um grupo de soldados em um subúrbio parisiense, o que foi dito ser um ato deliberado. [nL1N1KV0BF]

Apesar dos recuos da sessão, no geral a temporada de resultados foi forte, disseram analistas e investidores. O crescimento do lucro para as empresas do MSCI da zona do euro que divulgaram resultados neste trimestre está em 15,7 por cento, com 76 por cento dos resultados até agora.

“Eu ainda acho que há mais boas notícias do que notícias ruins [nos resultados] porque você ainda está vendo as economias crescerem em um ritmo bom”, disse o diretor de ações europeias da BNP Paribas Asset Management, Andrew King.

Em Londres, o índice Financial Times recuou 0,59 por cento, a 7.498 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX caiu 1,12 por cento, a 12.154 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 1,40 por cento, a 5.145 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,91 por cento, a 21.848 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,29 por cento, a 10.596 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,47 por cento, a 5.252 pontos.