Bolsas europeias fecham em baixa por temores com Grécia e Espanha

O FTSEurofirst, que reúne as principais ações da Europa, caiu 0,3%, aos 1.014 pontos

Londres – O principal índice europeu de ações, o FTSEurofirst, terminou a quarta-feira em baixa, com crescentes incertezas políticas na Grécia e preocupações com o sistema bancário espanhol.

O indicador que reúne as principais ações da Europa caiu 0,3 por cento, a 1.014 pontos. Apesar de fechar no vermelho, o FTSEurofirst se recuperou da mínima da sessão, quando caiu aos 1.003 pontos.

Na Espanha, o principal índice de ações caiu 2,77 por cento. Fontes ouvidas pela Reuters disseram que o país ibérico exigirá que os bancos reservem mais 35 bilhões de euros para lidar com empréstimos de liquidação duvidosa.

“Há temores de que o que aconteceu com a Grécia ocorra na Espanha”, disse o operador Adrian Redmond, da JN Financial, em Londres.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,44 por cento, a 5.530 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX, na contramão, subiu 0,47 por cento, para 6.475 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 cedeu 0,2 por cento, a 3.118 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib desvalorizou-se 1,18 por cento, para 13.771 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 recuou 2,77 por cento, a 6.812 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 registrou baixa de 0,81 por cento, para 5.218 pontos.