Bolsas dos EUA sobem nesta sexta, mas têm quarta semana de baixa

Nova York – Os índices Dow Jones e Standard and Poor’s 500 fecharam em alta nesta sexta-feira, mas encerraram a quarta semana de perdas. Os ganhos desta sessão tiveram suporte somente com a queda do dólar, que elevou os preços das matérias-primas e ajudou ações de empresas ligadas ao setor.

O Dow avançou 0,31 por cento, a 12.441 por cento. O S&P 500 subiu 0,41 por cento, a 1.331 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq teve valorização de 0,50 por cento, a 2.796 pontos.

No acumulado da semana, o Dow Jones recuou 0,56 por cento, o S&P 500 caiu 0,16 por cento, e o Nasdaq cedeu 0,23 por cento, marcando a terceira baixa semanal em quatro semanas.

O reduzido giro financeiro implicou uma sessão fraca em Wall Street, ao mesmo tempo em que alguns players estiveram fora antes do feriado nacional do Memorial Day, que fechará os mercados na segunda-feira. O volume de negócios foi o menor do ano.

O dólar teve forte queda após dados mais fracos que o esperado sobre o gasto do consumidor e as vendas pendentes de casas levantarem temores de que a recuperação econômica esteja perdendo impulso . A moeda norte-americana caiu 1 por cento contra uma cesta de divisas, maior baixa desde 13 de janeiro.

Os papéis da Freeport-McMoRan Copper & Gold avançaram 2,7 por cento. O componente de matérias-primas do S&P teve acréscimo de 1,03 por cento, com a queda do dólar ajudando a levantar os preços dos metais e de outras commodities. O índice Reuters-Jefferies CRB subiu, engatando a terceira semana consecutiva de ganhos.

A relação inversamente proporcional entre o dólar e o mercado de ações “parece ser uma tendência na qual você como investidor pode se concentrar por enquanto”, disse Michael Sheldon, estrategista-chefe de mercado da RDM Financial, em Connecticut.

“A lógica é que um dólar mais fraco ajuda a aumentar exportações, vendas e lucros de multimacionais nos EUA”, disse.