Bolsas de Tokyo e Osaka definem fusão, diz fonte

A fusão criará a terceira maior operadora de bolsas do mundo, com o valor de mercado combinado de ações negociadas de US$ 3,6 trilhões

Tóquio – Os presidentes da Tokyo Stock Exchange (TSE) e da Osaka Securities Exchange (OSE) – as duas maiores bolsas de valores do Japão – fecharam um acordo para fundir suas operações em 2012 ou até 2013. A fusão criará a terceira maior operadora de bolsas do mundo, com o valor de mercado combinado de ações negociadas de US$ 3,6 trilhões, afirmou uma fonte com conhecimento do assunto.

O acordo entre a Tokyo Stock Exchange e a Osaka Securities Exchange ocorre após meses de negociações, à medidas que a pressão de órgãos reguladores financeiros forçaram as duas rivais a assumirem compromissos sobre questões espinhosas, incluindo a relação a proporção da fusão.

Sob os termos do acordo, a TSE comprará uma participação de 66,6% na Osaka Securities Exchange por meio de uma oferta pública, afirmou a fonte. O valor de mercado do TSE, que não tem ações listadas na Bolsa, será calculado em cerca de 1,7 vez o valor da Bolsa de Osaka, acrescentou. O valor de mercado da OSE era avaliado em 111,65 bilhões de ienes (US$ 1,5 bilhão) hoje.

Um anúncio oficial deverá ser feito até terça-feira, quando o conselho administrativo da TSE deverá realizar uma reunião. Em comunicados separados, as duas bolsas afirmaram que nenhuma decisão sobre a fusão foi tomada. As informações são da Dow Jones.