Bolsas de NY caem com indicadores e balanços fracos

As ações de tecnologia foram destaque negativo em razão da cautela dos investidores antes da divulgação dos resultados trimestrais da Apple e do Facebook

Nova York – As bolsas de Nova York fecharam em queda nesta quarta-feira, 23, com os investidores digerindo indicadores econômicos e balanços corporativos fracos.

As ações de tecnologia foram destaque negativo em razão da cautela dos investidores antes da divulgação dos resultados trimestrais da Apple e do Facebook.

O índice Nasdaq caiu 34,49 pontos, ou 0,83%, fechou aos 4,126,97 pontos e interrompeu uma sequência de seis sessões seguidas de alta.

Dow Jones fechou com baixa de 12,72 pontos, ou 0,08%, aos 16.501,65 pontos, e S&P 500 recuou 4,16 pontos, ou 0,22%, para 1.875,39 pontos.

Entre os integrantes do índice Dow Jones que divulgaram balanços hoje, Boeing subiu 2% depois de anunciar lucro ajustado e receita acima do esperado no primeiro trimestre e elevar sua estimativa para os ganhos em todo o ano.

Procter & Gamble teve lucro maior que o previsto, mas reduziu suas projeções para o ano e fechou com queda de 0,3%. Antes de divulgarem seus balanços, Apple terminou a sessão com baixa de 1,1% e Facebook recuou 2,3%.

Ações de biotecnologia e redes sociais devolveram parte dos ganhos recentes, após semanas de negociações voláteis. Os investidores estão se concentrando em notícias de empresas individuais, afirmou Ian Winer, diretor de operações da Wedbush Securities. “Se uma delas não tem um balanço bom, é duramente afetada”, disse.

A empresa de biotecnologia Intuitive Surgical caiu 11% depois de anunciar resultados decepcionantes sobre o primeiro trimestre deste ano.

A provedora de vídeos Netflix perdeu 5% em seguida a relatos de que o canal HBO concordou em licenciar antigos episódios de seus programas para a Amazon.com.

Outro fator negativo para as bolsas foi um dado sobre o mercado imobiliário dos EUA. As vendas de moradias novas diminuíram 14,5% em março, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 384 mil, contrariando a previsão de alta de 2,3%.

Além disso, o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial dos EUA medido pela Markit caiu levemente para 55,4 em abril, de 55,5 em março. Fonte: Dow Jones Newswires.