Bolsas da Ásia têm queda com tensões China-Japão

O aumento das tensões políticas entre China e Japão, por causa da disputa territorial por ilhas no Mar da China Oriental, afetou o humor dos investidores da região

Tóquio – A maioria dos mercados asiáticos fechou em baixa nesta terça-feira. O aumento das tensões políticas entre China e Japão, por causa da disputa territorial por ilhas no Mar da China Oriental, afetou o humor dos investidores da região.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, que apresentou consolidação após o forte rali de 2,9% na sexta-feira, quando atingiu a maior pontuação em mais de quatro meses. O Hang Seng teve ligeira queda de 0,3% e terminou aos 20.601,93 pontos.

As Bolsas da China seguiram em queda, também com a perspectiva de deterioração dos lucros das empresas. O Xangai Composto perdeu 0,9% e encerrou aos 2.059,54 pontos. O Shenzhen Composto baixou 0,6%, aos 859,44 pontos.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé terminou o pregão em baixa, com o índice Taiwan Weighted recuando 0,36%, aos 7.734,26 pontos, tendo em vista a diminuição do entusiasmo gerado na semana passada pelo anúncio do Fed de afrouxamento quantitativo.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em alta, apesar de os investidores permanecerem à espera de novos dados econômicos que podem vir de outros bancos centrais, na esteira das medidas anunciadas pelo BC dos EUA. O índice Kospi ganhou 0,13%, aos 2.004,96 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney fechou em baixa influenciada pela tensão no exterior e também pelo fim da euforia criada pela compra de bônus por parte do BCE. O índice S&P/ASX 200 caiu 0,18%, aos 4.394,73 pontos.

Também houve retração na Bolsa de Manila, nas Filipinas, com realização de lucros. O índice PSEi caiu 0,4%, aos 5.331,13 pontos, após quatro sessões seguidas de alta, com pesado volume de negociações. As informações são da Dow Jones.