Bolsas da Ásia têm alta acentuada; Hong Kong avança 2,14%

A declaração da China, de apoio à zona do euro, ajudou as bolsas da região

Tóquio – A maioria dos mercados asiáticos apresentou forte rali nesta quarta-feira. A declaração da China, de apoio à zona do euro, ajudou as bolsas da região, que também foram influenciadas por fatores internos de cada país.

A Bolsa de Hong Kong teve o maior fechamento em seis meses, com os contínuos ganhos nos setores imobiliário e petrolífero. O Hang Seng subiu 447,40 pontos, ou 2,14%, e encerrou aos 21.365,23 pontos, no melhor resultado desde 4 de agosto, com elevado volume de negociações. Somente três dos 48 índices ficaram no campo negativo.

Já a Bolsa de Xangai, na China, fechou no azul, encerrando duas sessões seguidas de baixa. A alta foi liderada pelas ações de metais e de petrolíferas peso pesado, por conta de compras rotacionais. Também pesaram as esperanças de melhora nas condições de liquidez nos próximos meses. O Xangai Composto subiu 0,9% e terminou aos 2.366,70 pontos. O Shenzhen Composto avançou 1,5%, aos 925,99 pontos.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em alta após o MSCI – índice criado pela Morgan Stanley para acompanhar o desempenho das bolsas – elevar o nível de qualidade do Taiex. Além disso, fornecedores da Apple se valorizaram diante da notícia que a empresa está testando um pequeno tablet iPad. O índice Taiwan Weighted avançou 1,54%, aos 8.005,24 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul também fechou em alta. O índice Kospi avançou 1,13%, aos 2.025,32 pontos.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, recuperou-se da baixa de terça-feira após os comentários de apoio do governo chinês à crise da dívida soberana na zona do euro. O índice S&P/ASX 200 fechou em alta de 0,25%, aos 4.253,40 pontos.

Em Manila, a bolsa das Filipinas sofreu com as preocupações sobre uma possível mudança regulatória no setor minerador. O PSEi caiu 0,1%, aos 4.772,47 pontos, com pesado volume de negociações.

Na Malásia, o índice KLCI, composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, baixou 0,30%, aos 1.561,30 pontos.

A Bolsa de Cingapura teve acentuada elevação. O Straits Times Index (STI) subiu 0,81% e encerrou aos 3.011,68 pontos.

Na Indonésia, o índice composto da Bolsa de Jacarta fechou praticamente estável: alta de apenas 0,01%, aos 3.953,04 pontos.

A Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, apresentou forte recuperação. O índice SET avançou 1,83%, para 1.126,66 pontos.