Bolsas da Ásia sobem com otimismo sobre Europa

Hong Kong teve alta de ,6%, e fechou aos 19.240,58 pontos

Tóquio – As Bolsas da Ásia se recuperaram e fecharam no campo positivo, com esperanças de que os líderes europeus irão elaborar um plano para conter a crise da dívida soberana na zona do euro e, dessa forma, evitar o rebaixamento de suas notas de crédito.

Este foi o caso na Bolsa de Hong Kong, que, no entanto, registrou leve volume de negociações, o que indica cautela por parte dos investidores. O índice Hang Seng subiu 298,35 pontos, ou 1,6%, e fechou aos 19.240,58 pontos.

Já na China, as bolsas tiveram recuperação técnica, com os investidores em busca de pechinchas nas blue chips. Os ganhos, contudo, foram limitados pelo sentimento de que o crescimento econômico chinês está se desacelerando rapidamente. O índice Xangai Composto subiu 0,3% e terminou aos 2.332,73 pontos. O índice Shenzhen Composto também subiu 0,3% e encerrou aos 969,68 pontos.

O iuane ficou estável ante o dólar após cair ao menor nível permitido no intraday pelo sexto dia seguido, já que o banco central manteve sua taxa de referência estável novamente. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3643 iuanes, de 6,3642 iuanes ontem. A taxa de paridade central dólar-iuane foi fixada em 6,3342 iuanes, de 6,3334 iuanes ontem.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé encerrou o dia em alta, revertendo três dias de perdas, mas com um volume pequeno de ações negociadas, provavelmente em virtude da precaução dos investidores que preferiram esperar a reunião da Cúpula Europeia que começa amanhã. O índice Taiwan Weighted subiu 1,1% e fechou aos 7.033,00 pontos.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul assinalou alta de 0,9% e terminou aos 1.919,42 pontos em meio às expectativas para a reunião de cúpula que buscará soluções para a dívida europeia.

A Bolsa de Sydney, na Austrália, encerrou em alta moderada após Wall Street demonstrar resistência à crise da dívida soberana na zona do euro, influenciando os mercados da Ásia. O índice S&P/ASX 200 avançou 0,7% e terminou aos 4.292,50 pontos, em volume moderado de ações negociadas.

Nas Filipinas, a Bolsa de Manila fechou em alta, acompanhando a retomada de Wall Street, apesar das preocupações sobre a dívida na zona do euro. O índice PSE subiu 0,8% e encerrou aos 4.315,17 pontos, com volume moderado de ações negociadas.

A Bolsa de Cingapura terminou em alta, em linha com a maioria das demais da região. O índice Straits Times subiu 1,2% e fechou aos 2.782,55 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,1% e fechou aos 3.793,23 pontos, ajudada pelos ganhos na maioria dos mercados asiáticos.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, subiu 1,15% e fechou aos 1.042,65 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, terminou quase estável, com alta de 0,1%, e fechou aos 1.482,99 pontos. As informações são da Dow Jones