Bolsas da Ásia fecham semana em alta após ação de BCs

Apesar do alívio trazido pelas medidas dos bancos centrais para reduzir o custo de financiamento nos mercados de capital, o viés das bolsas permaneceu negativo

Hong Kong – As bolsas de valores asiáticas fecharam sem direção comum no pregão desta sexta-feira, mas terminaram a semana com a primeira alta em um mês, impulsionadas após ações coordenadas de bancos centrais.

A maioria dos mercados sucumbiu à realização de lucro após a valorização de quinta-feira, com cautela antes de dados sobre geração de emprego nos Estados Unidos e antes de uma importante cúpula da União Europeia (UE), em 9 de dezembro.

Apesar do alívio trazido pelas medidas dos BCs das economias avançadas para reduzir o custo de financiamento nos mercados de capital, o viés das bolsas permaneceu negativo, com investidores ainda esperando uma resolução mais permanente à crise de dívida da Europa.

“Estamos em modo de consolidação, mas as coisas se resumem basicamente aos dados dos EUA hoje e, depois, à Europa na semana que vem”, disse Christian Keilland, diretor de operações da corretora BTIG, em Hong Kong.

O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,51 por cento às 7h33, após a disparada de 4 por cento na quinta-feira. Na semana, o índice acumula ganho de 8 por cento.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 0,54 por cento.

O índice de Seul encerrou em baixa de 0,01 por cento. O mercado ganhou 0,20 por cento em Hong Kong e a bolsa de Taiwan recuou 0,53 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai declinou 1,10 por cento. Cingapura subiu 0,42 por cento e Sydney fechou com valorização de 1,4 por cento.