Bolsas da Ásia encerram com sinais mistos

Houve estabilidade em algumas bolsas, com os investidores andando de lado à espera do feriado do Ano-Novo Lunar

Tóquio – As bolsas asiáticas terminaram a quarta-feira sem sinal definido. Dados encorajadores das principais economias globais, tais como China, Alemanha e EUA, continuaram a alavancar alguns mercados. Outros, contudo, sofreram com a realização de lucros, após o forte rali de ontem. Houve estabilidade em algumas bolsas, com os investidores andando de lado à espera do feriado do Ano-Novo Lunar.

Na Bolsa de Hong Kong, houve ligeira elevação do índice, com o mercado consolidando o rali de 3,2% ocorrido na véspera. O índice Hang Seng adicionou 59,17 pontos, ou 0,3%, e encerrou aos 19.686,92 pontos.

Já na China, as bolsas fecharam em queda por conta de pesada realização de lucros, condições estreitas de liquidez e incertezas sobre a perspectiva econômica global. O índice Xangai Composto caiu 1,4% e terminou aos 2.266,38 pontos. O índice Shenzhen Composto cedeu 2,7% e encerrou aos 837,40 pontos.

O iuane subiu levemente ante o dólar, acompanhando a baixa na taxa de referência diária de câmbio do banco central na esteira da desvalorização da moeda americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,3120 iuanes, de 6,3150 iuanes ontem. A taxa de paridade central dólar/iuane foi fixada em 6,3205 yuans, de 6,3250 iuanes na véspera.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em alta, no último dia de negociação antes do feriado do Ano-Novo chinês – o mercado só reabrirá no dia 30. O índice Taiwan Weighted avançou 0,17% e terminou aos 7.233,69 pontos.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul encerrou o dia estável diante da falta de convicção do mercado. Investidores estrangeiros, porém, fizeram pesadas compras de ações domésticas. O índice Kospi caiu apenas 0,02% e fechou aos 1.892,39 pontos.

O setor de matérias-primas sustentou a Bolsa de Sydney, na Austrália, após os preços das commodities subirem mais do que o esperado. O índice S&P/ASX 200 fechou praticamente estável, com ganho de 0,05%, aos 4.217,90 pontos.

A Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em alta, em recorde histórico de pontuação. O índice PSE ganhou 0,8% e terminou aos 4.677,62 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em baixa, após ganhos durante o dia, afetada pela abertura negativa das Bolsas da Europa devido às preocupações com as conversações sobre o acordo da dívida da Grécia. O índice Straits Times cedeu 0,7% e fechou aos 2.795,40 pontos.


O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 0,3% e fechou aos 3.978,13 pontos, graças ao movimento de fundos estrangeiros à tarde. A agência de classificação de risco Moody’s elevou o rating de crédito do país em uma nota, para Baa3, com perspectiva estável.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, recuou 0,28% e fechou aos 1.053,53 pontos.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, cedeu 0,1% e fechou aos 1.517,38 pontos, em meio a preocupações sobre os problemas de dívidas na Europa. As informações são da Dow Jones