Bolsas da Ásia caem com dúvidas sobre recuperação dos EUA

Produção industrial do país caiu inesperadamente pelo quinto mês consecutivo em abril, enquanto a confiança dos consumidores recuou no começo de maio

Tóquio – A maioria dos índices acionários asiáticos fechou em queda nesta segunda-feira após indicadores econômicos fracos levantarem dúvidas sobre se a economia dos Estados Unidos tem crescido, mesmo com as ações norte-americanas em máximas recordes.

Às 7h43 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,46 por cento.

O índice japonês Nikkei, no entanto, fechou no azul, após algumas companhias anunciarem medidas para aumentar os retornos a acionistas.

A produção industrial nos EUA caiu inesperadamente pelo quinto mês consecutivo em abril, enquanto a confiança dos consumidores recuou no começo de maio para a mínima em sete meses, segundo dados divulgados na sexta-feira.

Vindo na esteira de dados fracos sobre vendas no varejo e inflação ao produtor, os relatórios alimentaram preocupações com a possibilidade de a economia norte-americana quase não estar ganhando ímpeto após registrar um decepcionante crescimento anualizado de 0,2 por cento no período de janeiro a março.

Surgiram dúvidas sobre se a economia realmente cresceu no último trimestre.

“O Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA provavelmente será revisado para baixo na próxima atualização para mostrar uma contração. Estimamos que a economia dos EUA teve contração de 0,9 por cento”, disse o chefe do grupo de estratégia de macroeconomia do HSBC em Tóquio, Shuji Shirota.