Bolsas da América Latina fecham em alta

O índice Merval da Bolsa de Comércio de Buenos Aires fechou nesta quarta-feira em alta de 2,77%, aos 2.862,24 pontos

O índice Merval da Bolsa de Comércio de Buenos Aires fechou nesta quarta-feira em alta de 2,77%, aos 2.862,24 pontos. Já o Índice Geral da Bolsa subiu 2% e ficou nos 160.275,60 pontos, enquanto o Merval 25 avançou 2,68%, encerrando aos 2.930,44.

O volume financeira totalizou 43,1 milhões de pesos (US$ 9,9 milhões). As altas foram lideradas pelas ações do Banco Macro (+4,50%), YPF (+3,78%) e Grupo Financiero Galicia (+3,69%). As únicas baixas foram dos papéis da Molinos, que caíram 0,54%.

No mercado de câmbio, o dólar se manteve estável e fechou valendo 4,30 pesos para a compra e 4,33 pesos para a venda. 

O índice IPSA da Bolsa de Valores de Santiago do Chile fechou nesta quarta-feira em alta de 0,59%, aos 4.253,61 pontos. Já o índice geral da bolsa chilena, o IGPA, fechou em alta de 0,47%, aos 20.451,23 pontos.

O giro financeiro foi de 111,339 bilhões de pesos (US$ 224,92 milhões), em 8.015 operações.

O Índice de Preços e Cotações (IPC) da Bolsa Mexicana de Valores fechou nesta quarta-feira em alta de 2,47%, aos 37.506,76 pontos. O giro financeiro foi de 14,566 bilhões de pesos (US$ 1,095 bilhão).

 O Índice Geral da Bolsa da Colômbia (IGBC) fechou nesta quarta-feira em alta de 1,33%, aos 13.467,99 pontos. O giro financeiro foi de 218,97 bilhões de pesos (US$ 119,24 milhões), em 4.637 operações.