Bolsas caem na Ásia com tensões geopolíticas

Na Malásia, a suspensão das negociações dos papéis da Malaysia Airlines também teve impacto no pregão e índice caiu 1,47% para o menor nível desde março

São Paulo – O aumento das tensões geopolíticas após pronunciamento do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que deu aval para eventuais bombardeios no Iraque, afetou as bolsas asiáticas nesta sexta-feira. Com exceção de Xangai e Shenzhen, que registraram altas moderadas, os mercados acionários da região fecharam em queda, assim como a bolsa australiana.

Na Malásia, a suspensão das negociações dos papéis da Malaysia Airlines também teve impacto no pregão. O índice KLCI, das ações mais negociadas em Kuala Lumpur, caiu 1,47% para o menor nível desde março, a 1.839,87 pontos.

O anúncio de Obama, que tem o objetivo retardar o avanço de militantes extremistas islâmicos no Iraque, enfraqueceu o dólar. A perda de força da moeda norte-americana, que prejudica os exportadores da região, contribuiu para a desvalorização nas bolsas.

O índice Kospi, da Coreia do Sul, caiu 1,1%, a 2.031,10 pontos. O Straits Times, de Cingapura, recuou 0,76%, para 3.288,89 pontos, e o indiano Sensex perdeu 1,02%, a 25.329,14 pontos. Nas Filipinas, a queda do índice PSEi foi de 1,1%, a 6.880,34 pontos.

A bolsa de Hong Kong também seguiu o movimento da região, apesar de registrar queda mais leve, de 0,23%, a 24.331,41 pontos. O SET tailandês recuou em menor intensidade, com perda de apenas 0,13%, a 1.520,31 pontos.

Em Sydney, a bolsa também foi pressionada pelo aumento das tensões internacionais e o australiano S&P/ASX 200 caiu 1,34%, a 5.435,30 pontos.

Na contramão, os índices chineses tiveram alta moderada com o contínuo aumento da liquidez na economia do país, a despeito das retiradas de recursos efetuadas pelo Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês). O Xangai composto subiu 0,31%, a 2.194,42 pontos, e o Shenzhen Composto teve elevação de 0,68%, a 1.174,41 pontos.

Na semana, a bolsa de Xangai terminou com variação positiva de 0,42%. Já Hong Kong acumulou perdas de 0,82% e o índice sul-coreano Kospi chegou a recuar 2,03%. A bolsa de Sydney teve perda de 2,17% em relação à última sexta-feira. Com informações da Dow Jones Newswires.