Bolsas asiáticas sobem forte após Trump sugerir corte de impostos

Presidente americano prometeu anunciar um "fenomenal" plano tributário nas próximas semanas, sugerindo que irá promover os cortes de impostos

São Paulo – As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta nesta sexta-feira, após os mercados acionários de Nova York atingirem novos recordes no último pregão em reação a comentários do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre impostos.

Além disso, agradaram os últimos números da balança comercial chinesa e um compromisso de Trump de respeitar a política de “uma só China”.

Ontem, Trump prometeu anunciar um “fenomenal” plano tributário nas próximas semanas, sugerindo que irá promover os cortes de impostos que prometeu durante a campanha eleitoral.

Na China, o índice Xangai Composto subiu 0,42%, a 3.196,70 pontos, após chegar a operar acima de 3.200 pontos pela primeira vez em dois meses durante o pregão.

Em janeiro, tanto as exportações quanto as importações chinesas subiram bem mais do que o esperado na comparação anual. Já a Casa Branca divulgou ontem à noite que Trump prometer honra a política de “uma só China”, em ligação telefônica com o presidente chinês, Xi Jinping.

Em Hong Kong, o Hang Seng terminou o dia em alta de 0,21%, a 23.574,98 pontos. Na bolsa chinesa de Shenzhen, por outro lado, o índice local recuou 0,22%, a 1.950,32 pontos.

O grande destaque de hoje, porém, foi o mercado japonês. O índice Nikkei saltou 2,49% em Tóquio, a 19.378,93 pontos, garantindo o maior ganho porcentual em mais de um mês.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, terá reunião hoje com Trump, na Casa Branca. Os dois líderes falarão em coletiva a partir das 16h (de Brasília).

Em outras partes da Ásia, o índice sul-coreano Kospi teve alta de 0,45% em Seul, a 2.075,08 pontos, e o Taiex subiu 0,79% em Taiwan, a 9.665,59 pontos, mas o filipino PSEi caiu 0,24% em Manila, a 7.235,21 pontos.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no azul pelo quarto dia consecutivo, igualmente impulsionada pela fala de Trump sobre impostos.

O S&P/ASX 200 avançou 1% em Sydney, sua maior valorização neste ano, a 5.720,60 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.