Bolsas asiáticas recuam apesar de dados da China

Nesta quinta-feira, o HSBC apresentou o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) preliminar da China, referente ao mês de janeiro

Tóquio – A maioria dos mercados acionários da Ásia fechou em queda, apesar da divulgação de dados positivos da indústria chinesa. Nesta quinta-feira, o HSBC apresentou o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) preliminar da China, referente ao mês de janeiro, que registrou o nível mais alto em dois anos. No entanto, o resultado teve efeito limitado sobre os fechamentos na região.

Na China, o índice Xangai Composto caiu 0,8%, para 2.302,60 pontos, e o índice Shenzhen Composto recuou 2,0%, para 911,53 pontos, por causa de realização de lucros.

Segundo especialistas, os investidores ficaram confiantes com os dados do PMI chinês, levando o índice Xangai Composto a uma máxima de 2.388,09 pontos durante a sessão, o maior nível desde 1 de junho de 2012. No entanto, logo passaram a realizar lucros, o que resultou em uma queda de 1,4% ao longo do pregão.

O índice Hang Seng, da Bolsa de Hong Kong, também sofreu com o mesmo efeito e perdeu 0,2%, terminando o dia com 23.598,90 pontos. Durante a sessão, o índice Hang Seng chegou a uma máxima de 23.688,79 pontos, mas os ganhos se dissiparam em seguida. Na Austrália, por outro lado, a Bolsa de Sydney conseguiu manter os acréscimos e o índice S&P/ASX 200 fechou o pregão em alta de 0,5%, com 4.810,2 pontos.

A temporada de balanços liderou grande parte das perdas e ganhos na Bolsa de Seul, onde o índice Kospi caiu 0,8%, para 1.964,48 pontos. Nesta quinta-feira, a maior montadora do país, a Hyundai Motor, divulgou resultados decepcionantes para o quarto trimestre de 2012, levando as ações a uma baixa de 4,6%.


Outro mercado atingido pelos balanços empresariais foi a Bolsa de Taipé, em Taiwan, onde o índice Taiwan Weighted recuou 0,6%, para 7.695,99 pontos, puxado para baixo pelos dados frustrantes da Apple.

Durante a sessão, os fornecedores da criadora do iPod lideraram as perdas. A Hon Hai caiu 2,9%, a Catcher fechou em baixa de 1,6% e a Foxconn Tech recuou 1,7%.

O próximo grande balanço a ser anunciado na Coreia do Sul será da Samsung Electronics, na sexta-feira (25). No Japão, a temporada começa na próxima quarta-feira (30), quando Canon e a Sumitomo Mitsui Financial Group anunciam seus resultados.

O lucro das empresas pode ser o próximo grande catalisador para os mercados regionais.

Nas Filipinas, as ações se acomodaram em leve alta, visto que os investidores estavam em busca de barganhas após observarem ganhos nas ações dos Estados Unidos, na quarta-feira (24). O índice PSEi fechou em alta de 0,4%, com 6.117,27 pontos. As informações são da Dow Jones.