Bolsas asiáticas fecham majoritariamente em baixa

Investidores sustentam preocupações sobre o futuro da economia norte-americana

Tóquio – Os mercados de ações da Ásia fecharam majoritariamente em queda nesta quarta-feira, com preocupações sobre o futuro da economia norte-americana. O cronograma do Federal Reserve sobre uma possível redução de estímulos e os debates sobre o Orçamento dos EUA continuam a pesar sobre os pregões, levando a baixas tanto em Wall Street quanto na Ásia.

O índice Taiwan Weighted fechou em queda de 0,2%, aos 8.283,90 pontos. Na Coreia do Sul, o índice Kospi cedeu 0,45% e encerrou aos 1.998,06 pontos. Já nas Filipinas, o índice PSEi caiu 0,6%, para 6.420,42 pontos.

Na China, grande parte das ações foi alvo de realização de lucros, contudo muitos investidores saudaram as notícias sobre a zona de livre comércio em Xangai, levando a compras em papéis de empresas que podem se beneficiar da medida. A Shanghai Material Trading fechou em alta de 3,9%, a Shanghai International Port Group subiu 0,3% e a Shanghai New World teve avanço de 1%.

Apesar de algumas altas, o índice Xangai Composto fechou em queda de 0,4%, aos 2.198,51 pontos, e o índice Shenzhen Composto caiu 0,5%, para 1.054,07 pontos. Em Hong Kong, contudo, o índice Hang Seng fechou em leve alta de 0,1%, aos 23.209,63 pontos.

Por outro lado, a Bolsa de Sydney surpreendeu e encerrou o pregão com avanço. O índice S&P/ASX 200 subiu 0,8%, pra 5.275,9 pontos, após três dias seguidos de quedas. Bancos com grande peso no índice ajudaram a levar o pregão para terreno positivo, com o National Australia Bank subindo 2%. Fonte: Dow Jones Newswires.