Bolsas asiáticas fecham em direções divergentes

A Austrália teve uma forte performance da semana, com o índice S&P/ASX 200 subindo 2,7%, após fechar em alta de 0,2% nesta sexta-feira aos 4973,90 pontos

Tóquio – Os mercados asiáticos de ações fecharam em direções divergentes nesta sexta-feira, com queda nas ações em Xangai após fortes altas recentes. Já Sydney terminou a sessão em terreno positivo, continuando a sequencia de avanços após os comentários do presidente do Federal Reserve dos EUA, Ben Bernanke.

A Austrália teve uma forte performance da semana, com o índice S&P/ASX 200 subindo 2,7%, após fechar em alta de 0,2% nesta sexta-feira aos 4973,90 pontos.

O mercado local continuou a avançar, influenciado pelos comentários de Bernanke na quarta-feira. O presidente do Fed sinalizou que a política de relaxamento monetário do BC norte-americano permanecerá em vigor por enquanto.

“Bernanke acalmou as preocupações do mercado sobre potenciais reduções no estímulo”, disse o estrategista-chefe da CMC Markets e editor da Market Mint, Michael McCarthy. “Os comentários dele tem sido bem consistentes, mas os mercados tem se mostrado bastante bipolares sobre o assunto.”

As mineradoras lideraram os ganhos em Sydney. A BHP Billiton subiu 1,4% após altas nos preços de commodities, incluindo minério de ferro, cobre e ouro. A Rio Tinto avançou 0,8% e a Fortescue Metals ganhou 2,6%.

O índice PSEi, da Bolsa de Manila, também foi puxado para cima pelos comentários do presidente do Fed e subiu 2,6%, para 6574,21 pontos.

As ações na China começaram esta sexta-feira com fortes ganhos acumulados durante a semana, mas grande parte dos avanços foi pedida com a forte queda na China continental. O índice Xangai Composto perdeu 1,6% e fechou aos 2039,49 pontos, e o índice Shenzhen Composto recuou 0,5%, para 940,19 pontos.


Na segunda-feira, a China deverá publicar os números de crescimento do segundo trimestre, um indicador crucial sobre a saúde da maior economia da região. A mediana das previsões de 18 economistas consultados pela Dow Jones Newswires é um crescimento do PIB de 7,5%, uma leitura menor do que alta de 7,7% do primeiro trimestre.

O ministro das Finanças da China, Lou Jiwei, deixou a entender na quinta-feira que Pequim poderia tolerar uma taxa de crescimento mais baixa. Lou Jiwei disse em que os líderes chineses não veem um problema com uma taxa de 7% ou mesmo 6,5%.

O índice Xangai Composto ganhou 1,6% na semana. As ações chinesas tiveram forte alta na quarta-feira devido a novas esperanças de que Pequim poderia introduzir medidas de estímulo para impulsionar a economia em desaceleração.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi subiu 2% na semana. Nesta sexta-feira, o Kospi caiu 0,4%, para 1.869,98 pontos, com os investidores consolidando suas posições após o ganho robusto de 2,9% na quinta-feira.

Montadoras estavam sob pressão em Seul após notícias de que várias cidades chinesas podem restringir as compras de veículos. A Hyundai Motor perdeu 5,9% e a Kia Motors caiu 4,7%.

Já em Taipé, o índice Taiwan Weighted subiu 0,5% para 8220,49 pontos, com as empresas do setor financeiro liderando ganhos. Fonte: Dow Jones Newswires.