Bolsas asiáticas fecham em direções divergentes

Ações de produtores de ouro asiáticos caíram acentuadamente, acompanhando o grande movimento do metal na segunda-feira

Tóquio – Os mercados de ações da Ásia fecharam em direções divergentes nesta terça-feira, marcados pelo movimento de caça por barganhas, desencadeado após quedas no início da sessão e na segunda-feira.

Ao mesmo tempo, as mineradoras e os produtores de ouro apresentaram um desempenho fraco em meio à recente queda dos preços das commodities.

“Creio que é a história do crescimento da China que está pesando sobre as commodities”, disse Lorraine Tan, diretora de pesquisa na Ásia, da S&P Capital IQ em Cingapura. “O importante é ver uma recuperação (em compras chinesas de commodities) no segundo trimestre. Se isso parecer fraco, ficaremos preocupados com as perspectivas e a demanda.”

Ações de produtores de ouro asiáticos caíram acentuadamente, acompanhando o grande movimento do metal na segunda-feira. A Newcrest Mining caiu 5,1% em Sydney, após recuar 8,2% na segunda-feira. Em Hong Kong, a Zhaojin Mining Industry perdeu 3,4% e a Luk Fook Holdings International cedeu 3,2%.

Puxadas para baixo, em parte, pela queda na perspectiva de crescimento na China, as commodities também atingiram as ações de recursos em toda a região. A BHP Billiton caiu 0,5% em Sydney e a PetroChina perdeu 1,9% em Hong Kong.

O fraco desempenho do setor de materiais levou o índice S&P/ASX 200, da Bolsa de Sydney, a uma baixa de 0,3%, aos 4.950,8 pontos.

As ações na China compensaram perdas provocadas inicialmente pelos fracos dados econômicos e, consequentemente, pela queda de preços de commodities.


O índice Hang Seng, da Bolsa de Hong Kong, recuou 0,5%, para 21.672,03 pontos, enquanto o Xangai Composto avançou 0,6% para terminar a sessão com 2.194,85 pontos. O índice Shenzhen Composto avançou 1,1%, para 909,95 pontos.

Segundo especialistas, as incorporadoras imobiliárias foram o centro das atenções nesta terça-feira, pois os investidores apostam que a fraca recuperação econômica pode levar Pequim a amenizar seus esforços para controlar o aumento de preços no mercado imobiliário, ou pelo menos decidir contra a criação de mais restrições.

A Bolsa de Seul terminou o pregão em terreno positivo com busca por barganhas. O índice Kospi Composto avançou 0,1%, para 1.922,21 pontos, após dois dias de baixas.

“O Kospi teve um início fraco por causa dos dados da China e dos EUA”, disse o analista Bae Sung-young, da Hyundai Securities, acrescentando que, mais tarde, o índice se recuperou com a caça por barganhas.

O índice Taiwan Weighted recuou 0,4%, para 7.730,77 pontos, seguindo as perdas nos mercados regionais.

No entanto, segundo o analista Mars Hsu, da Grand Cathay Securities, as ações locais estão reduzindo algumas perdas anteriores, tendo em vista que o movimento de caça por barganhas está surgindo após recentes quedas do mercado local.

Nas Filipinas, o índice PSEI caiu 0,75%, terminado o pregão com 6.786,33 pontos. As informações são da Dow Jones.